segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Solidão

("calma mãe, não é o que tu ta pensando!" - já prevejo a cara da dona Nice quando ler esse título haha)

E aí pessoal!

Sábado passado fui na State Fair com mais cinco au pairs (super legal! mais detalhes/fotos no próximo SPC rs) e durante um break, conversando com a Bruna (não sei se já falei dela aqui, mas é uma brasileira do interior de SP que chegou em Minnesota ha uns três meses e foi aderida ao nosso singelo grupo hehe) comentamos como seria bom termos alguém morando perto da gente, porque eu e ela moramos mais afastadas da onde a maioria das outras meninas vive, e por isso, acabamos encontrando o pessoal só de fim de semana mesmo. Não temos aquela au pair legal morando ha 5 minutos de casa, sabe? E isso faz falta as vezes.

Eu e a Bruna na State Fair

Eu tenho uma relação muito boa com minha host family, como vocês já sabem. E acho que isso, entre outros fatores, me ajuda muito a não ter homesick constantemente (o que eu e todo mundo achava que ia acontecer a lot, já que eu sou super ligada a minha familia e aos amigos do Brasil). Mesmo assim, já fico com as kids 10h por dia, o que bem dizer é o dia inteiro, então a noite, apesar de eles serem the cutest, eu preciso de um intervalo de conversa de kid. 

Também dei muita sorte com as amizades aqui, começando pela Letícia ne. Sem comentários! Nunca vou agradecer o suficiente a Deus e a Gisella por terem posto a "Leti" (assim que as colombinas a chamam rs) no meu caminho - e minha mãe tambem não vai ! haha


Entre elas, tem mais umas quantas meninas legais que conheci desde que cheguei, e também um pessoal da paróquia aqui. Tem duas pessoas ali da igreja com quem me fechei mais e que vivem mais perto de mim, mas que são americanos, trabalham, tem seus compromissos, enfim. Hang out com eles não é como hang out com au pairs, muito menos au pairs brasileiras. Na verdade, eu acho que o "x" da questão é que hang out com ninguém aqui, vai se igualar as coisas e ao tempo que tu passava no Brasil com os teus amigos de sempre, que te conhecem como a palma da mão. Claro que isso não é de todo ruim, pelo contrário, existem muitas coisas boas em ir morar num outro país, fazer novos amigos, de diferentes país etc etc etc. Mas a verdade é que as vezes a solidão bate. Principalmente quando o teu caso é (ou será) como o meu e o da Bruna, que não temos aquela au pair vizinha morando aqui do lado hehe

Não ter alguém pra chamar pra dar uma caminhada, assistir um filme, tomar um café, QUALQUER COISA, eventually, vai fazer falta. Então, o que eu quero dizer com esse post é que você se prepare, e que não deixe a solidão tomar conta de você. TIRE PROVEITO DELA. 

Um ano de intercâmbio é tempo pra muita coisa: viagens, amigos, historias divertidas pra contar no futuro, novas experiencias... muita coisa! E uma delas é: tirar tempo pra te conhecer melhor! Faça da solidão um tempo de ti contigo mesmo, e tire proveito disso. No ano passado, no Brasil, eu tinha algo pra fazer toda a noite. Não comecei a faculdade, mas estava voluntariando de manhã, trabalhando no escritório a tarde, e a noite sempre fazendo algo pra dar conta dos compromissos da igreja e lendo blogs aupairianos (sempre! haha). Eu tinha pouco tempo livre, pra não fazer nada. Então, nesse tempo que estou aqui, tenho feito um pouco disso. Claro que a solidão nao é legal quando é contínua e forever, mas um tempo convivendo com ela pode ser bom. Bom pra achar hobbies novos, pra entender melhor o que tu quer pra tua vida, essas coisas ai. 

Mas claro, quando a coisa ficar feia e começar a se transformar em uma homesick braba, por favor abra a carteira, coloque um pouco de gas no carro e vá visitar sua amiga asap!! hahaha E não esqueça que a próxima sexta-feira ta logo aí, seguida do fim de semana com as amigas que logo logo, quando tu já tiver voltado pra casa, ou quando os caminhos de vocês simplesmente tomarem rumos diferentes, estarão fazendo muita falta "(...) because part of your heart always will be elsewhere (...)".

O intuito do post não é assustar ninguém gente. Mas sim escrever um pouco sobre  o que provavelmente vai acontecer durante o ano de au pair e sobre como podemos tentar inverter a situação  a nosso favor e não a favor de uma futura homesick! 

Beijos,
Duda.

PS: baby não nasceu ainda! Ta atrasado 5 dias já e a hosta não aguenta mais hehe

18 comentários:

  1. Legal Duda! Solidão é como tudo na vida: se for demais, mata! Mas é sempre bom ter um tempinho pra si HEHE
    Boa sorte pra sua host. Coitada dela,5 dias e nada...

    Beijoss!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. coitada mesmo nuara, todo dia ela acorda dizendo "tomara que seja hoje" hahha

      Excluir
  2. Enchendo minha bola. Rs...
    Bateu a solidão??
    Easy easy: TEXT ME!!
    Vc terá milhares de motivos para gargalhar, até pq a resposta estará em "inglês".
    Can you guess who I am?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahha and why do you think I text you all the time? lol
      of course I know who you are, dear! the best grandma ever! :))

      Excluir
    2. kkkkkkkkkk grandma??? I rather Leti (oops)

      Excluir
  3. Duda....
    Como sempre, sabia em seus posts. Disse tudo, passei um mês sozinha pq nem uma au pair morava perto e sem carro era pior ainda, durante a semana eu ficava em casa, tracada no quarto e tirando um tempo de enjoy myself, mas nos fins de semana começa a bater umas homesick brava, já logo ligava para Lari iamos para city ou até mesmo caminhar sozinha, neste 1 Mês rodei para tudo que é lado e abusei do transporte publico, o que não dá é pa7 ficar em casa sofrendo neh...
    Espero que as coisas melhores nesse 2 mês para mim...
    Abraço abertado, e lembre-se que mesmo a distância to contigo guria !!!!
    P.S. Duda's mom thank you pelas orações, não é que funcionou... Deus é fiel ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vai melhorar sim, thais!! agora tu vai conhecer o lado bom da vida de au pair =]] hehe
      abraço apertado pra ti tambem!! *-*

      Excluir
  4. E ai Duda, a Leticia entao é a tua tábua da salvaçao,rsrsrsrs.Mas e isso ai do limão fazer uma doce limonada./mãe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mae, to adorando ver que tu ta comentando no blog hehe

      Excluir
  5. Own Duda, adorei o post!
    E realmente, a solidão é bom as vezes, porque a gente começa a aprender sobre si mesmo e ficar feliz de ter um tempo só para nós.
    Um beijo e aguardo fotos do baby!

    ResponderExcluir
  6. Duda... saudades dos seus posts... falou tudo nesse aqui tb =] Bjoka
    PS: A Natalia ja te contou q nos encontramos ontem no BRday?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi gi! seja bem-vinda de volta ;) hehe
      ela me contou sim, que louca essa historia!! hahaha o mundo é menor do que pequeno mesmo rs

      Excluir
  7. Oi Duda, sei bem do que vc está falando. Sabe eu fico bem sozinha aqui dia de semana. Em casa ou as vezes faço alguma coisa, mas sempre sozinha. O FDS já é mais difícil para mim, ficar o FDS todo em casa não rola, a homesick vem muito forte. haha Entao eu já sei que FDS eu nao posso ficar parada e muito menos sem ngm. E isso que vc falou eh bem verdade, estou me conhecendo muito, minha maneira de funcionar nessa vida. hah Beijos Duda. ;* Te Cuida ;D haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. éhhh, eu sei, fim de semana não da MESMO! rs mas a gente vai se acostumando e aprendendo a lidar e ate mesmo aproveitar essa situação.

      Excluir
  8. Oi Duda, acho legal você escrever sobre isso, até mesmo para as meninas que estão em dúvida em ir ou não para uma cidade mais afastada (apesar de eu acreditar que não devemos nos preocupar muito com a cidade propriamente), contudo elas tem que estar ciente do que as espera! Mas até que essa tal “solidão” faz bem as vezes mesmo, eu aqui no Brasil estou precisando um pouco, nem tempo para dormir tenho rs.
    Enfim, continue postando, adoro o jeito que você escreve :D
    Beijos linda ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muito obrigada, rubia :) fico mt feliz com o elogio. e arranja um tempinho ai pra ti heim!! haha ou vem logo ser aupair!! haha

      Excluir