terça-feira, 9 de janeiro de 2018

4 anos desde o embarque e mais de 2 anos desde a despedida do au pair ♥

Oi, pessoal!!

Que emoção estar escrevendo de novo! 😊

Já faz muito tempo que eu queria ter escrito um update post aqui no blog, e nunca tirava o tempo. Porém, essa semana fez 4 anos desde o dia que embarquei e eu pensei que isso merecia um registro haha Confesso que pela primeira vez na vida me senti meio velha hahaha não consigo acreditar que já faz tanto tempo!!

Primeiro, eu quero comentar que todo o tempo investido aqui no blog valeu super a pena, nem sei se tem gente que ainda passa por aqui, mas eu sei que volta e meia eu tô nos posts e nas fotos, relembrando uma viagem, um passeio com as gurias em Minnesota mesmo, ou alguma trapalhada minha com a host family. Não tenho registro melhor! (L)

Segundo, eu quero fazer uma correção: um mês depois de ter voltado pra casa em outubro/2015, eu escrevi um post sobre a readaptação e disse que, no geral, não achava que a adaptação estava sendo muito difícil, nem fácil. Pois eu me precipitei nessa declaração. Na verdade, a readaptação é muito difícil e chorosa haha (mas claro, existem diversas maneiras de lidar com ela).


No dois últimos meses de 2015, aproveitei as visitas, fiz visitas, curti o Natal e  o Ano Novo em família, sem falar nas comidas, né? Mas durante 2016, a situação foi beeem complicada. No último post do blog, eu contei que tinha conseguido um emprego como teacher do Yázigi, e achar emprego foi o menos complicado, pra dizer a verdade. Eu tinha proposta de outras escolas da região e do meu antigo emprego. E pra melhorar mais ainda o quadro, fui chamada num concurso municipal que eu tinha feito em 2012 pra trabalhar como secretária de uma escola de ensino fundamental!! (Vejam como Deus é generoso com a minha pessoa, achei que esse concurso tinha ficado pra trás no dia que entrei no avião com destino a NY, mas que nada!)

Minhas amizades também estavam aqui, bem lindas e queridas e divertidas, esperando com um chimarrão na mão por mim. É claro que teve uma adaptação da parte de todo mundo, porque eu não tinha estado aqui presencialmente pra muitos momentos da vida deles, nem eles tinham estado lá pra serem capazes de entender todas as minhas emoções. Mas a amizade verdadeira se fortalece, mesmo com a distância, e não posso me queixar das minhas.

Mas Duda, se tu tinha emprego, amigos e família, o que foi tão complicado então?! As saudades do meu emprego, dos meus amigos e da família de Minnesota! haha Como é difícil lidar com a falta de um pedaço do nosso coração! Olha, desde que passei pelo processo de readaptação, pude compreender muito melhor os posts desesperados das meninas no grupão rs Eu tinha tudo que precisava, e passei por uma fase difícil, imagino como deve ser pra quem volta e tem dificuldade em arranjar um emprego, ou então em restabelecer os laços de amizade. Mas não quero assustar ninguém, heim!! Essa fase é complicada, mas passa. Requer bastante do  nosso esforço em não deixar a tristeza tomar conta, mas, de verdade, ela passa! 

O que não passou até hoje, e duvido muito que vá passar, é a saudade. Mesmo com toda tecnologia a nosso favor, a saudade dessa fase maravilhosa das nossas vidas, não passa. Já vivi muita coisa maravilhosa desde que voltei em 2015, muitas delas que me ajudaram a amenizar a saudade, mas nada substitui esse sentimento.

Em resumo, eu quero deixar registrado, de novo, que o intercâmbio é uma escolha e um período difícil, mas extremamente valioso e recompensador. Os frutos na nossa são muitos e são pra sempre, super recomendo e continuo a disposição pra falar sobre o assunto quantas vezes forem necessárias :) Assim como tá escrito no meu status aqui do lado, há muito tempo, eu continuo com um sorriso enorme no rosto toda vez que penso nessa experiência. Como Deus foi carinhoso e bondoso, não tem como explicar!

E pra compartilhar um pouquinho do que fiz desde o fim de uma fase tão boa, vou deixar umas fotinhos aqui:

-  curti muuuuuito os momentos em família, fiz novos amigos na igreja e na universidade

                                 
                      

                         
 
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  
  

- me apaixonei hihi Sim, não imaginei que isso fosse acontecer tão cedo, mas sabe essa história de fazer novos amigos? Então, nesses encontros de grupo aí, alguém acabou se mostrando mais que um amigo :B


             


- me apaixonei pelo meu emprego, principalmente pelo fato de eu poder conviver com crianças!! Ah, como isso faz a diferença no dia a dia. Vero sorriso delas la na secretaria, escutar uma pérola ou até mesmo receber cartinhas de vez em quando, faz tudo ser mais gostoso. Isso sem falar nos colegas de trabalho, que são maravilhosos!



A proliferação de restaurantes com 'comida' americana nas cidades aqui da região, também ajuda haha


- revi os amigos brasileiros que o intercâmbio proporcionou! Essa não é nada fácil, por motivos de $$$ haha Mas demos um jeitinho :)))

Dos EUA mesmo, nós já tínhamos comprado (em dólar) as passagens para nos visitarmos em 2016. Eu fui pra São Paulo visitar a Bruna e encontrar a Leti em abril, em maio a Leti e a Aline vieram me visitar (a Aline, não tinha voltado de Minnesota nem há uma semana e já tinha pego o avião pra vir pro Sul! hahah) e em setembro fui de novo pra SP, dessa vez, pra casa da Aline, e aproveitei pra tirar meu visto de turista para os EUA, que foi aprovado, com a graça de Deus! 

Quando ficamos na casa da Bruna, aproveitamos para conhecer o melhor hambúrguer do Brasil, para ir para Aparecida e para ir para Campos do Jordão. Foi incrível, maravilhoso!








Quando a Aline e a Leti vieram pra cá, também fomos conhecer a Serra e passar um pouquinho de frio haha Rolou até uma visita pro CTG!






E quando eu fui pra São Paulo de novo, pra ficar em Guarulhos, além de morrer de emoção por ter tido meu visto aprovado (♥♥♥♥) visitamos alguns pontos da capital haha




Minha irmã sendo minha irmã... haha


Essas viagens foram todas super curtas, mas valeram super a pena!! Rever as gurias era o principal, o resto foi lucro ☺

Ah, em 2016 eu também fui madrinha no casamento da Karlinha, que embarcou comigo e me recebeu em Chicago algumas vezes, foi tão legal!! *-*



Acho que pra 2017, ficaram as viagens mais especiais! Logo na primeira quinzena, eu embarquei de novo pra Minnesota  ♥ ♥ ♥ ♥ E não tem como descrever o tamanho da minha alegria!!!! Foi   i n c r í v e l    d e m a i s. Só pude ficar 10 dias e ainda hoje, um ano depois, estou pagando as passagens. Mas não tem problema, faria tudo de novo. Sou imensamente grata a Deus por essa oportunidade e por todos os momentos que vivi lá. Tem uma listinha no meu caderno das coisas mais tri que aconteceram  hahah e claro que metade dela é só das pérolas dos meus kids, que me receberam cheios de amor, abraços e piadas. E eles estão cada vez maior. A maior saudade, é a deles. Graças a Deus, ainda mantemos contato com skypes e mensagens via whats app da au pair atual hahah Volta e meia me pego fazendo cálculos pra ver quando posso encarar uma dívida dessas de novo, e infelizmente, tenho certeza de que vai demorar bastante, mas não podemos perder as esperanças né? 


Melhor família (L)

               
               

Alguns meses depois, em julho, fomos eu, a Letícia, a Aline e a Tati (nossa querida colombiana) para o casamento da Bruna em São Paulo. Essa foi mais uma semana incrível da minha vida, cheia de risadas, boas memórias e a construção de novas. Depois do casamento, eu e as gurias fomos curtir nossa lua de mel no Rio de Janeiro hahah Até aproveitamos para conhecer Arraial do Cabo e, sem querer querendo, acabamos subindo o morro do Vidigal em busca de uma vista bonita da cidade haha essa trip foi tão demais e tão cheia de peculiaridades que daria um post inteirinho haha !! Tô volta e meia olhando as fotos das nossas aventuras daquela semana.


Amei encontrar as gurias de novo, mas confesso que eu também tava bem ansiosa por comer o hambúrger de Tremembé de novo haha
                    












Realizei o sonho de pegar o buquê hahah





Arraial do Cabo






A viagem de ônibus até Arraial foi um capítulo a parte, né gurias? hahaha

A seguir, fotos de um dia maravilhoso para visitar o Cristo #sqn hahaha







Última noite no Rio, com música ao vivo e nossa canção preferida - Daylight 


Bom, depois de muito tempo, foi legal passar por aqui de novo :) hehe



Beijos (cheios de saudades),
Duda.

2 comentários:

  1. Oi Duda, tudo bem?
    Cheguei a ler uns posts seus na sua época de au pair hahaha, maaas naquela época eu até já tinha blog mas não falava de au pair, mas tinha muita vontade de ser au pair, eu só decidi esperar terminar a faculdade e finalmente em julho desse ano embarco pra NY! Vivaaa! Depois de muitos anos lendo blog pra acompanhar as au pairs eu passei a postar no meu blog coisas de au pair também hahaha! Mas infelizmente blogs de au pair estão escassos, hoje em dia tem mais canais no you tube, to pensando seriamente em criar um hahahahah! Mas enfim sempre penso assim, nossa pq eu escrevo se tem tão pouca gente que lê?! mas sabe percebi que escrevo pra lembrar, pra guardar os detalhes em algum lugar sabe, e lendo seu post percebi que realmente esse blog vai ser o maior e melhor diário da minha vida! :D Então com certeza mesmo que ninguém leia irei escrever sim! Hahaha!
    Se quiser dar uma olhada lá meu blog é amordesonhadora.blogspot.com ;D
    Que bom que você aproveitou muito a vida de au pair e também a de pós au pair!
    Beijinhos e bom carnaval! Ah e continue escrevendo aqui! Hahahah!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, seguia seu blog. Que bom você atualizar. Que saudades desta época. ♥♥

    ResponderExcluir